PAULA RIBAS
(Ilídia Dias Ribas, Faro, Portugal, 23 de Fevereiro de 1942-Estabeleceu-se definitivamente no Brasil, em 1972, com Luis N'Gambi e a sua mãe. Fixa-se em São Paulo onde foi contratada pelo restaurante "Abril em Portugal". )
FADOS BRASILEIROS
DISCOS MARCUS PEREIRA – 1974 – ESTÚDIO ELDORADO
DISCOS COPACABANA
Acervo: M. Ferraz e Antônio Augusto dos Santos
Interpretação de Paula Ribas e Luis N'Gambi
OS ARGONAUTAS
(Caetano Veloso)

O barco, meu coração não aguenta
Tanta tormenta, alegria
Meu coração não contenta
O dia, o marco, meu coração, o porto, não
Navegar é preciso, viver não é preciso (2x)
O barco, noite no céu tão bonito
Sorriso solto perdido
Horizonte, madrugada
O riso, o arco, da madrugada
O porto, nada
Navegar é preciso, viver não é preciso (2x)
O barco, o automóvel brilhante
O trilho solto, o barulho
Do meu dente em tua veia
O sangue, o charco, barulho lento
O porto silêncio
Navegar é preciso, viver não é preciso (2x)


O barco, meu coração não aguenta
Tanta tormenta, alegria
Meu coração não contenta
O dia, o marco, meu coração, o porto, não
Navegar é preciso, viver não é preciso (2x)
O barco, noite no céu tão bonito
Sorriso solto perdido
Horizonte, madrugada
O riso, o arco, da madrugada
O porto, nada
Navegar é preciso, viver não é preciso (2x)
O barco, o automóvel brilhante
O trilho solto, o barulho
Do meu dente em tua veia
O sangue, o charco, barulho lento
O porto silêncio
Navegar é preciso, viver não é preciso

Observação: Música de Caetano inspirada no poema "Navegar é preciso, viver não é preciso",
De Fernando Pessoa.
Navegadores antigos tinham uma frase gloriosa:
"Navegar é preciso; viver não é preciso".
Quero para mim o espírito [d]esta frase,
Transformada a forma para a casar como eu sou:
Viver não é necessário; o que é necessário é criar.
Não conto gozar a minha vida; nem em gozá-la penso.
Só quero torná-la grande,
Ainda que para isso tenha de ser o meu corpo e a (minha alma) a lenha desse fogo.
Só quero torná-la de toda a humanidade;
Ainda que para isso tenha de a perder como minha.
Cada vez mais assim penso.
Cada vez mais ponho da essência anímica do meu sangue
O propósito impessoal de engrandecer a pátria e contribuir
Para a evolução da humanidade.
É a forma que em mim tomou o misticismo da nossa Raça.
[Nota de SF
"Navigare necesse; vivere non est necesse" - latim, frase de Pompeu, general romano, 106-48 aC.,
dita aos marinheiros, amedrontados, que recusavam viajar durante a guerra, cf. Plutarco, in Vida de Pompeu]

RHP Vídeo de Antônio Augusto dos Santos, Antônio Bocaiuva, antaugsan, Bocaiuva, Divinópolis, MG. Fotos e imagens da Internet e da página Facebook de Carla Pires e dos músicos acompanhantes. Sem fins comerciais ou lucrativos. Caso alguma pessoa se sinta prejudicada em direitos autorais sobre a música, favor contatar-me pelo e-mail bocayuvamaster@gmail.com que farei a remoção da música, se for o caso. Obrigado! Em 18/08/2019

1982

Latin / Funk / Soul / Pop / Folk, World, & Country / Vocal / Chanson / MPB / Afrobeat / African / Funk / Soul

Laura Nyro
The First Songs

Angélique Kidjo
Keep On Moving • The Best Of Angélique Kidjo

Johnny Mathis
Evil Ways

Valerie Carter
Wild Child

Valerie Carter
Da Doo Rendezvous

Patsy Gallant
Raconte

Usha Uthup
Bengali Modern Songs

Letta Mbulu
In The Music The Village Never Ends

Sakhile
Sakhile

Letta Mbulu
Sound Of A Rainbow

Amelinha
Porta Secreta

Hatsumi Shibata
Light Mellow Hatsumi Shibata